BLOG
do atelier

Descubra qual é o melhor tecido para o seu vestido de noiva

21 de abril de 2020

Se você está entrando no mundo dos vestidos de noiva agora, já percebeu que os detalhes fazem toda a diferença para a escolha de um modelo perfeito. É comum que as noivas fiquem perdidas entre tantos cortes, modelos e materiais. Sabendo disso, para facilitar essa etapa iremos te ajudar a entender mais sobre os tecidos de vestidos de noiva. Afinal, são eles que moldam a forma, o caimento, a beleza, o conforto e, muitas vezes, o valor do vestido.

Conhecer sobre os tecidos irá te ajudar tanto a reunir referências, como te guiará para que reconheça o valor, a qualidade e qual tecido combina mais com você e com o seu casamento. Para te ajudar com isso, separamos as características dos principais tecidos usados em vestidos de noiva atualmente.

No vídeo a seguir a nossa especialista em noivas, Paula Emanuelle, fala sobre estes tecidos, não deixe de conferir!

 

OS ESTRUTURADOS

Começando pelos tecidos mais estruturados, que formam vestidos perfeitos para casamentos refinados, e que são típicos em modelos clássicos e armados. Eles podem ser usados tanto sozinhos em vestidos lisos e minimalistas, como em combinação com algumas rendas.

Mikado

Cetim mikado

Cetim mikado

O queridinho dos estilistas de todo mundo, o Mikado é um tecido encorpado e pesado, podendo ser de seda pura ou não. É ideal para vestidos com mais armação e volume, e sua grande vantagem, além de ser super elegante, é que ele não amassa com facilidade. É uma ótima opção para a noiva que busca um modelo minimalista.

Cetim Duchese

Estruturado, de aparência delicada e com toque acetinado, o cetim duchese é super versátil: pode ser usado tanto em modelos mais justos, quanto em saias levemente volumosas, em criações sofisticadas, ou em modelos mais simples. É uma excelente aposta para vestidos justos, ou para criar saias de aspecto levemente volumoso.

Zibeline

Muitas vezes confundido com o Mikado, o zibeline possui a superfície mais sarjada. Apesar de ser menos nobre que o mikado, é um ótimo tecido e seu caimento bem estruturado é perfeito para saias com pregas ou dobras bem marcadas. 

Crepe de seda

Continuando ainda com tecidos lisos, porém com estrutura mais maleáveis do que os que falamos antes, temos o crepe de seda, um tecido com o toque áspero e texturas aparentes. Perfeito para vestidos com caimento retos, fluidos e minimalistas. 

 

OS FLUIDOS

Os tecidos fluidos são perfeitos para vestidos mais românticos ou boho, utilizados em casamentos ao ar livre, seja no campo ou na praia. Isso porque eles conferem muita leveza e movimento aos vestidos. 

Musseline de seda

Quando se deseja fluidez, a Musseline é a melhor escolha. Um tecido liso, transparente e perfeito para fazer saias esvoaçantes, além de ter um caimento lindo. A musseline traz muita delicadeza e tem um ar romântico, podendo ser combinado também com outros materiais, como rendas delicadas e bordados leves.  Por sua leveza, é um tecido muito indicado para casamentos durante o dia e ao ar livre. 

Foto: Voal Fotografia

Tule

Clássico do universo das noivas, o tule está quase sempre presente no vestido, seja por baixo de outros tecidos para gerar volume e caimento, nos véus ou ainda no corpo do vestido, proporcionando tanto saias mais armadas como também mais fluidas. 

Foto: Sidney Campelo

Existem algumas variações do tule que tem se destacado, sendo uma delas o Tule Point D’Spirit, um tipo de tule com pequenos bordados que lembram poás, perfeito para detalhes como para os corpos dos vestidos. Outra variação é o Tule irisé, sendo esse mais indicado para vestidos mais armados. 

Manga em tule point d’spirit

 

AS RENDAS

Por fim, as campeãs nos corações das noivas: as rendas. As melhores rendas são aquelas feitas de fibras naturais, como algodão linho ou seda. A maior parte das rendas finas têm origem francesa, assim como outros tecidos de alta qualidade. Elas são recomendadas para todos os estilos, das noivas mais clássicas às mais românticas e modernas.

Renda Chantilly

Delicada e com temas florais, a renda chantilly é uma das mais sofisticadas. É perfeita para vestidos leves e românticos, e tem esse nome porque é produzida na região da Chantilly, na França.

Vestido em renda chantilly

Renda Mariscot

Sofisticada e com um pouco mais de volume, a renda Mariscot  se diferencia por ter desenho em cordonê em volta dos florais, proporcionando um aspecto de profundidade. Ela é ideal para vestidos mais estruturados e justos, sendo também uma ótima opção para aplicações em vestidos mais clássicos. 

Cauda e corpete em renda mariscot

Renda Guipure

renda guipure

Foto: Sidney Campelo

Uma das rendas mais sofisticadas e caras, a renda Guipure é encorpada, vazada e bem estruturada. Ela pode ser usada tanto diretamente sobre a pele, em detalhes como decote nas costas, ou com forros em partes que não podem ficar à mostra.

Renda arabesco

É a preferida das noivas mais modernas e ousadas! Formada por desenhos geométricos e maiores com linhas curvas, tem desenhos que lembram as plantas.

A moderna e luxuosa renda arabesco

Renda crochetada

As rendas crochetadas voltaram com tudo, e tem aparecido cada vez mais nas coleções das grandes grifes. Elas lembram exatamente os crochês da vovó, trazendo um aspecto mais artesanal ao vestido.

Existem outros tecidos que são tradicionais, porém menos utilizados hoje, tais como: organza, tafetá, chiffon, entre outros. Optamos por explorar os tecidos que estão mais presentes em todas as coleções atuais e que se serão encontrados com maior facilidade. Conhecendo os tecidos e sabendo para qual ocasião e personalidade são indicados, encontrar o vestido dos sonhos fica mais fácil, não é mesmo?

Conta pra gente, qual o tecido que não pode faltar no seu #whitedressperfeito? No nosso catálogo você encontra vários modelos de vestidos de noiva com os tecidos apresentados aqui, não deixe de conferir! 

O que você achou dessa matéria?
Conta pra gente.

Todos os campos devem ser preenchidos. Seu email não será publicado.